Carregando...

>>>>>>>
>>>>>>>>>>>>>>
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
  • Página Inicial
  • Cursos
    • Metrologia
      • MAIS...
    • Desenho Técnico
      • MAIS...
    • Eletrohidropneumática
      • MAIS...
    • Elementos de Máquinas
      • MAIS...
    • Manutenção Mecânica
      • MAIS...
    • Usinagem
      • MAIS...
    • Cursos com Certificado
  • Vídeos
    • Telecurso
    • Documentários
      • Como Tudo Funciona
        • MAIS...
      • O segredo da coisas
        • MAIS...
      • Discovery Channel
        • MAIS...
      • Engenharia Extrema
        • MAIS...
      • Feras da Engenharia
        • MAIS...
      • Gigantes da Engenharia
        • MAIS...
      • Inventos da Antiguidade
        • MAIS...
      • Maravilhas Modernas
        • MAIS...
      • Super Projetos
        • MAIS...
      • Outros Documentários
        • MAIS...
    • Tecnologias
    • ... outros mecânicos
      • Tecmecânico
      • Marcelo Tonella
        • MAIS...
      • Dr Carro
        • MAIS...
    • Engraçados
  • Revistas
  • Material de Consulta
  • Exercícios
  • Downloads
  • Sites Recomendados
  • Contato
  • Política de Privacidade

TECMECÂNICO

>>>>>>>>

Total de visualizações de página

Como desenhar uma elipse?

O desenho técnico é a melhor forma de representar uma peça, ele mostra com clareza e objetividade todas as informações referentes ao projeto que se deseja executar. É cada vez mais raro que seja necessário riscar um desenho com caneta nanquim ou lápis e prancheta, existe uma infinidade de softwares com esta finalidade. Mesmo assim, utilizando qualquer software que seja, é necessário que o mecânico saiba os conhecimentos base para a construção de um desenho. O desenho em perspectiva (falaremos da perspectiva isométrica, que é o tipo mais usado no Brasil), geralmente é o que traz mais dificuldade quando alguém está começando na área de desenho. As elipses, sobretudo, quase arrancam os cabelos do desenhistas iniciantes.

Vamos tentar mostrar um passo a passo bem objetivo para ajudar você a aprender como se desenha uma elipse, ou seja, um círculo quando visto em perspectiva. Tenha papel, lápis, borracha, compasso e um par de esquadros à mão.


No nosso exemplo vamos desenhar um círculo de 100mm de diâmetro em perspectiva.
Como no Brasil usamos com maior frequência a perspectiva isométrica, estaremos baseando nossos estudos neste tipo de desenho. Devemos lembrar que a perspectiva isométrica possui a maioria das linhas inclinadas à 30º ou 90º.
O que queremos é obter uma elipse como esta que que você vê representada abaixo.

Para começar qualquer desenho em perspectiva, devemos iniciar traçando quatro linhas auxiliares, elas estão representadas ao lado. Não se preocupe com as medidas destas linhas, apenas desenhe elas com traços bem leves pois estas linhas deverão ser apagadas no final do processo. Para desenhá-las você vai precisar do esquadro de 30º.

Agora que já temos as linhas de referência, devemos marcar a medida do diâmetro do círculo (100mm) sobre as linas de referência. Marque os 100mm sobre a linha vertical e na linha inclinada à 30º da direita.
Agora forme um "quadrado torto" traçando uma linha vertical e uma linha inclinada a 30º sobre estas duas marcações, como foi feito no desenho abaixo:


Precisamos traçar duas linhas que vão dividir o quadrado em 4 partes. Como o quadrado tem 100mm, basta marcar 50mm na linha vertical e 50mm na linha inclinada e traçar as duas linhas nas marcações.
O próximo passo é traçar uma diagonal do quadrado maior, saindo do ponto onde as quatro linhas de referência de se encontram e indo até o outro vértice do quadrado.

Muita atenção agora, esta etapa é muito importante. Você deve apoiar o esquadro em dois pontos do quadrado grande: em uma extremidade e no meio. O objetivo é conseguir duas marcas sobre a diagonal que foi traçada no passo anterior.



Agora vamos utilizar o compasso para fazer 4 arcos. Atenção para o locais onde vamos apoiar a ponta seca (ponta que não tem grafite). Primeiro vamos apoiar a ponta seca na extremidade onde não traçamos a diagonal, em seguida abrimos o compasso até a parte central superior do compasso, observe as figuras:

Em seguida, fazemos o mesmo procedimento no lado oposto, veja:
Agora vamos apoiar a ponta seca do compasso em uma das marcas que fizemos sobre a diagonal e abri-lo até a extremidade de um dos arcos que acabamos de fazer.



Façamos o mesmo procedimento do lado oposto.

Pronto, finalmente, terminamos de fazer a elipse.

Agora, com muito cuidado, apague as linhas de construção e deixe apenas a elipse. Logo após, pegue o compasso, apoie a sua ponta seca nos furinhos que ele mesmo fez quando você estava traçando os arcos e passe novamente, com mais força, reforçando cada arco.

Se você quiser aprender um pouco mais sobre desenho, dê uma olhada nas apostilas, exercícios e vídeos que temos no Tecmecânico.


Quer mais informações sobre este assunto? Pesquise aqui:

Pesquisa personalizada

6 comentários:

  1. Muito boa a explicação, excelente. Muito obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, obrigada por compartilhar!

    ResponderExcluir
  3. Muito detalhada e excelente a explicação. Muito obrigado por compartilhar ajudou bastante.

    ResponderExcluir
  4. obrigado pela explicação sorriso tté

    ResponderExcluir
  5. Parabéns, ótima explicação, aliás, facilitou demais a minha vida que usava outro processo para executar esta tarefa! Parabéns, assim que possível pretendo dar mais uma olhada pelo site em busca de dicas como estas!

    ResponderExcluir

Contribua conosco, deixe sua opinião, crítica ou sugestão: